[Resenha] O Bisturi de Ouro - Chaiene Santos

Autor: Chaiene Santos
Paginas: 206
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira 

Quanto vale um sonho? Vale perder vidas para alcança-lo? Vale procurar vingança durante a vida inteira e perder a própria?

Em O Bisturi de Ouro acompanhamos a história de Eduardo que mantém uma vida simples com a família. Apesar de ter o sonho de se tornar um respeitado médico não se importa muito com o mesmo, já que precisa se desdobrar para trabalhar e estudar, mas se depender de sua mãe ele irá alcança-lo. Ele sempre foi um menino muito educado e estudioso, teve a chance de estudar em um colégio particular devido ao emprego de seu pai.

Nesse mesmo colégio ele conhece Glauco, que vira seu amigo, daqueles que nem precisa de inimigo, sabe? Glauco tem inveja de tudo que Eduardo tem, mesmo que ele seja rico e possua todas as regalias que se possa ter. O ápice dessa inveja é quando ela vira um crime. Glauco ultrapassa o limite e vai se complicando cada vez mais para esconder esse feito.

Aos trancos e barrancos Eduardo vai mostrando que tudo é possível se você acreditar e se empenhar para conquistar. A história dele é acima de tudo de superação. A obra abrange diversos temas que o personagem principal terá de superar, desde a condição financeira a morte da mãe e as constantes perseguições.

O livro mostra as consequências da inveja e da vingança e como isso não resolve nada, pelo contrário, ao escolher esse caminho você estará perdendo a sua vida em função de acabar com a dos outros. E também aborda o poder do perdão, mostrando o quanto temos de ser bons para efetivamente perdoar.




"Ser um vencedor é executar os sonhos, mesmo que haja riscos. É enfrentar os problemas, mesmo não tendo forças. É caminhar por lugares desconhecidos, mesmo sem bússola. É tomar atitudes que ninguém tomou. É ter consciência de que quem vence sem obstáculos triunfa sem glória. É não esperar uma herança, mas construir uma história... Quantos projetos são deixados para trás, por medo de que eles se realizem? Quantas vezes os temores bloqueiam os sonhos? Ser um vencedor não é esperar a felicidade acontecer, mas conquistá-la."

Contatos do autor:
Facebook
Instagram


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

[Resenha] Extraordinário - R. J. Palácio

Maracujá

Desejos de setembro ❤