Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Primavera

Imagem
A primavera sempre foi a melhor estação do ano, a mais bonita, tranquila e cheia do aromas maravilhoso de flores. É boa porquê consegue mesclar tudo, é frio, mas também é calor (principalmente em São Paulo), faz a cidade ficar mais colorida e cheia de amor.
A primavera deixa as coisas mais alegres, o dia mais leve. Você pode sair de um momento tenso e ver uma árvore cheia de flores e se sentir feliz. A estação sorri para você e você retribui, ambos só transmitindo gentileza.
Esse é um dos motivos para que setembro seja o melhor mês, a primavera chega e ela trás tranquilidade. Já parou para observar o mundo ao seu redor durante esse período? Fica lindo, colorido e transmitem paz.
Há quem não goste, não os culpo, afinal as outras estações também tem os seus encantos, mas os dela são os que me prendem e me surpreendem, a cada ano me apaixono mais e parece que ela também se apaixona por mim, ela me abraça e deixa que eu conte tudo o que está me angustiado. Espero que essa reciprocidade c…

[Resenha] A Lenda de Materyalis - As Crônicas de Aliank #1

Imagem
A principio A Lenda de Materyalis é um livro difícil de ser lido, pois contém uma complexidade na historia e nomes nunca antes vistos. Mas, no decorrer da leitura se torna gostoso, leve e impossível de largar.
Existia Materyalis o deus supremo, mas que decidiu se separar, criando Materyon o benévolo e Marilis o perverso. Isso originou uma guerra ideológica onde ha três ideologias principais: Teryonismo, Marilismo e o Emylismo. 
Conhecendo os termos de cada ideologia podemos saber a personalidade dos personagens ligados a elas. Saymon foi genial e não deixou nenhum mínimo detalhe passar despercebido, podemos realmente sentir qual personagem se identifica com qual ideologia após termos o conhecimento da mesma.
Como personagens principais temos: Sarlakos, Liliel, Dotter, Morhariel e Hirlun. Com personagens bem construídos e estruturados o autor me surpreendeu de maneira positiva, mostrando que a literatura nacional é boa sim e merece mais reconhecimento.
O enredo flui naturalmente, isso…

Indica Lu: O assassinato de Roger Ackroyd

Imagem
Queria começar apenas dizendo que Agatha Christie é rainha, gente.
Agatha foi a maior escritora policial de todos os tempos. Escreveu 93 livros e 17 peças teatrais, além de 6 romances publicados sob o pseudônimo de Mary Westmacott. Seu primeiro livro foi o "O Misterioso Caso de Styles" lançado em 1920. Porém, foi em 1926  com "O Assassinato de Roger Ackroyd", que ficou famosa. Seu personagem mais marcante é o detetive Hercule Poirot, que aparece em 33 de suas obras.
Em 1954, recebeu o Grandmaster Award, da associação Mystery Writers of America e em 1971, o titulo de Dama da Ordem do Império Britânico.

Sinopse: “O assassinato do rico Roger Ackroyd, morto a punhaladas com uma adaga tunisiana, é a terceira de uma série de estranhas mortes, que despertam a atenção da solteirona e sagaz Caroline Sheppard, irmã do médico da cidade e narrador deste romance. Intrigada, Caroline resolve investigar o caso e descobrir se as três mortes têm alguma ligação. Para isso, ela cont…

Juventude

As margens de mais um aniversário minha crise se agrava. Aquela ansiedade que eu tinha de completar mais um ano passou, se esgotou. Não é que eu não goste de aniversários, eu adoro, mas eu bem que poderia ainda ter 15 anos, não é?
Uma coisa boa de ser mais velho é que vemos as coisas de uma outra perspectiva e percebemos o quanto fomos todos em determinadas situações, como choramos a toa, nos preocupamos em perder algo que nunca foi nosso. 
A “maturidade” vem e nos mostra alguns aspectos da vida, mostra que as pessoas fazem coisas para ferir os outros, para sair por cima em determinadas situações, uma coisa que em minha inocência infantil não era esperado, tudo era festa e amor.
As desilusões, amizades e amores vão ficando pelo caminho, pessoas antes essenciais hoje são apenas aqueles pontinhos de luz que vinheram, alegraram os dias e se foram. Deixaram parte delas conosco e pegaram uma parte nossa, fomos unidos enquanto fomos, somos eternos em nossas lembranças.
Crescer é isso, sabe…

Maracujá

Eu conheci uma pessoa que adorava maracujá e, pasmem, se parecia muito com um. Não na aparência, mas sim no temperamento, era calma, atenciosa e uma conversa com ela era deliciosa.
Sempre fui agitada e entusiasmada, dramática as vezes, mal da idade, talvez? Somos fragmentados quando jovens, vemos as coisas como se fossem o fim de uma existência, porém, cá entre nós, sabemos que não é. Essa pessoa me mostrou o quanto existem pessoas diferentes, essa pessoa mesmo que fragmentada enxerga as coisas de maneira positiva, calma, fofa. Parecia um bolinho de tanto amor que emanava.
Tive poucos momentos ao seu lado, uma semana para ser mais exata, mas que foram bons e positivos. Aprendi muito, descobri novas bandas, fui plena e fiz algumas loucuras na companhia da minha nova amizade. Acho que finalmente descobri o significado da palavra desapego, você simplesmente deixa a outra pessoa ser livre para ir e aproveita tudo o que ela deixou com você, toda a essência, conhecimento e desejos e, quand…

[Resenha] Adelphos - M. Pattal

Imagem
Enzo, Dan e Mila são três adolescentes que possuem diferentes tipos de deficiência física e estão se preparando para as olimpíadas. Todos sofrem com algum tipo de rejeição por parte de pessoas bem próximas e todos vão viver uma grande aventura em breve.
Eles vivem em diferentes regiões do Brasil, mas agora serão transportados para Oykos, uma terra totalmente nova. Ela é dividida em várias subterras (do mesmo jeito em que dividimos os países em estados) e cada uma tem a sua particularidade, cada uma delas é responsável por produzir alguma coisa para que todas as outras também possam ter, por exemplo, os cavalos usados pelos oykanos são da terra de Zóa, onde são cuidados e adestrados.

Ao chegarem em Oykos, cada um vai para uma terra diferente e enquanto vão percorrendo o seu trajeto eles irão passar por todas as terras oykanas. Todas as terras tem um lema é uma bandeira e o mais impressionante é que o livro não trata apenas de uma história de aventura, isso me surpreendeu, o autor busc…

Desejos de setembro ❤

Imagem
Esse é o momento de externar quais são os livros que eu desejo ler esse mês e fazer uma consideração com os que eu queria ler em agosto e não foi possível.
No mês passado eu fiz uma lista de cinco livros aqui, que são:
- Pax (ainda não lido) - A Garota do Calendário (lido até o de abril)
- Entre o agora e o nunca (ainda não lido)
- A Geografia de nós dois (não lido)
- A Fúria e a Autora (não lido)

Como pode ser visto falhei bem lindamente, porém vou fazer o de setembro também.

O Ar que ele respira - Brittainy C. Cherry

Sinopse: “Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por …