Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2016

Relacionamento abusivo

Imagem
Há muito tempo venho querendo falar sobre assuntos mais sérios, só que tinha um receio de como isso poderia ser. Foi só quando terminei de ler o livro Amor Amargo da Jennifer Brown (resenha em breve) que abri os olhos para esse assunto, que pude ver esse mundo pelos olhos de uma vítima, por pouco tempo, mas consegui.
O que é um relacionamento abusivo? Um relacionamento abusivo é quando um dos parceiros priva o outro de amizades, fazendo com que a vítima se sinta culpada o tempo inteiro. A princípio, o “agressor” faz com que pareça o relacionamento dos sonhos, trata da melhor maneira possível, manda flores, mas isso vai ficando cada vez mais escasso. A pessoa começará a mostrar um comportamento agressivo, podendo até agredir fisicamente o companheiro. Não são só mulheres que são vítimas deste tipo de relação, homens também podem sofrer o mesmo mal.
Como detectar tal comportamento? Se a pessoa fica muito irritada quando você está com amigos, você percebe que ela eventualmente te segue se…

Se organize!

Imagem
Com as aulas voltando muitas pessoas estão se perguntando como irão arrumar tempo para fazer posts, vídeos, assistir suas séries preferidas, ler, entre muitas outras coisas. Vim dar algumas dicas para que você faça tudo o que goste, mas sem deixar de estudar, que deve ser a prioridade, claro.
E a regra primordial é: Organize o seu tempo. Pode parecer difícil, mas é bem simples. Ao invés de ficar de bobeira naquele seu intervalo, por que não vai e faz de uma vez aquilo que estava planejando, afinal?
Por exemplo, eu estudo de manhã e a noite, ficando com tempo livre somente na parte da tarde, para conseguir fazer tudo o que pretendo tenho que administrar meu tempo livre. E não fico atualizando a timeline do Facebook, não estou dizendo que não pode entrar, só que se quiser realmente otimizar seu tempo, não fique horas e horas, para isso temos o fim de semana.
A força de vontade é um fator essencial, sem ela não fazemos nada, não é mesmo? Então quando chegar da escola no primeiro dia de …

[Resenha] Os Legados do Sol e da Lua - Murillo Magalhães

Imagem
Principalmente, queria agradecer ao autor por confiar em mim para ler e resenhar o livro, fiquei imensamente feliz por isso e o fato de ser um belo livro ajudou ainda mais, obrigada.
Duas almas, o Sol e a Lua, por toda a eternidade tentaram ficar juntas, mas nunca conseguiram. Esse é o enredo principal da trama, por vários séculos elas foram separadas abruptamente, como é contado em alguns capítulos que foram intercalados com o presente. Que sem dúvidas foi uma forma mais leve de mostrar a nos leitores o que já tinham passado antes da atual perspectiva.
Agora, as almas novamente querem ficar juntas e estão na pele de Nathan (o Sol) e Isadora (a Lua). A profecia é protegida pelos anjos, que desde que ela existe estão tentando decifra-la, porém sem sucesso.
Os anjos que protegem a profecia não podem intervir no destino, a menos que seus inimigos intervenham primeiro. Belaiel fez exatamente o contrário, por ter um coração muito bom e não conseguir ver alguém triste, interferiu no destin…

Incompreensível

Imagem
Quem sou eu?  Eu sou tudo e ao mesmo tempo nada Sou tudo para a minha família e amigos Sou nada para os desconhecidos Tudo sobre amor, esperança e saúde Nada sobre ódio, rancor e amargura Sou tudo em sorrisos Sou nada em choro Tudo e nada se unem em palavras Escrever, crescer, ser Fazer jornalismo Ser jornalista, entrevista Quem quer ser vista?
Dezesseis primaveras
Sessenta livros
Cinco séries
Incontáveis momentos felizes
Milhares que ainda estão por vir
Tristeza e alegria
Ambos inevitáveis
Amor e raiva
Ambos inevitáveis
Coragem e medo
Esses nos decidimos
Viver, aprender, e sempre
Agradecer!

Uma nova era.

No cenário atual é quase impossível andar na rua e não ver pessoas mexendo no celular. Estamos vivendo a era da informação, onde tudo se espalha rapidamente, podemos ter acesso a uma informação em tempo real de algum evento que acontece no Japão, por exemplo. Mas cuidado, a internet pode nos beneficiar muito, só que em excesso pode se tornar um vicio.
Estamos nos tornando dependentes. Vemos pessoas que não podem sair de casa sem antes checar todas as suas redes sociais, ou não desconectam mesmo na rua, no transito, jovens em sala de aula com o celular o tempo inteiro ao seu alcance. Quantas vezes você já viu essa cena: dois amigos que estão lado a lado, conversando por mensagem?
O vicio em internet esta virando um assunto sério. Antigamente era tratado como uma ironia, mas agora é um risco real, já existem muitos ciberviciados, importante dizer que a pessoa pode morrer, pois o uso continuo pode trazer diversas doenças, como trombose, que pode desencadear uma em uma embolia pulmonar.

Colecione sorrisos

Imagem
Sabe quando bate aquela bad e você não consegue ver o lado positivo da coisa e do nada surge aquele pessoa com um sorriso de orelha a orelha? Isso sempre foi uma motivação para mim, afinal, se essa pessoa está sorrindo e enxergando as coisas boas da vida, porque eu não posso ver também?

O outro lado da moeda também sempre me inspirou, nunca é bom ver um amigo cabisbaixo, desiludido e achando que tudo da errado. A melhor coisa que tem no mundo é fazer uma pessoa sorrir, seja amigo ou não, eu gosto de sentir que eu fui a responsável por aquele sorriso ou gargalhada.

Vejo várias pessoas que colecionam diversas coisas, ao passo que eu coleciono sorrisos, dos amigos, parentes, conhecidos, desconhecidos (aquelas vezes que você está apenas se divertindo com os amigos na rua e um desconhecido passa sorrindo) e agora, dos leitores também.

E, de verdade, tem jeito melhor de começar o ano do que fazendo uma postagem sobre uma coisa que é a minha paixão? Eu amo sorrir, amo ver as pessoas sorrire…

[Resenha] A Cidade e as Serras - Eça de Queirós

Imagem
Eça de Queirós, nascido em 25 de novembro de 1845, foi um escritor português que participou do movimento literário conhecido como Realismo. Para quem não sabe, o Realismo surgiu como uma crítica a sociedade burguesa da época.
O livro que será resenhado aqui hoje foi escrito em uma época mais tranquila da vida do autor. Conta a história de Jacinto, um homem que sempre prezou muito as tecnologias, vive em Paris, na virada do século XIX para o XX. Integrante da burguesia parisiense, ele tem propriedades em Portugal, mas as nunca as visitou.
O personagem principal tem todo o conhecimento que julga necessário, com uma biblioteca com milhares de livros e todas as ferramentas tecnologicas inventadas até então, porém, não tem o mais importante, felicidade. Ele não é feliz em meio a esse monte de coisas que entulha o 202, vive entediado. Mas ele nunca cogita a possibilidade de ir até uma de suas terras em Portugal, até que um desastre inestimável ocorre em uma delas.
Quem narra tudo isso é Zé Fer…